segunda-feira, 28 de setembro de 2009

AVERSÃO AOS “CANDANGOS ANÔNIMOS” OU À HISTÓRIA DA CIDADE?

Há quase 40 anos residindo em Planaltina, eu pensava que o descaso e a falta de respeito de alguns “Tradicionais” da cidade fosse somente para com os “forasteiros” (principalmente nordestinos) que aqui chegaram e se estabeleceram, originando assim novos logradouros, tais como os Buritis I, II, III e IV, o Arapoangas e outros mais.
É perceptível, também, o desrespeito que eles nutrem para com a “sua” própria cidade, a sesquicentenária Planaltina, pois pouquíssimos são seus antigos casarões (identidade histórica, cultural e patrimonial da cidade) ainda de pé, os quais também estão ameaçados pela especulação imobiliária e pela insensibilidade gananciosa dos seus “Tradicionais” proprietários. E como não se bastasse isso, eles (os “Tradicionais”) mais uma vez demonstram insensibilidade e desrespeito à memória dos mortos que muito fizeram por Planaltina.
Mentes “iluminadas” pelo breu das trevas retomaram a ideia de construírem uma praça (ou coisa parecida) sobre o antigo cemitério da cidade, ignorando, dessa forma, os sentimentos dos familiares dos que ali foram sepultados. Alegam essas mentes que ali estão somente os “candangos anônimos” e que o local está sendo utilizado como motel e point para uso de drogas.
E o que essas mesmas mentes têm a dizer sobre a recém-inaugurada Praça do Estudante? Que outra utilidade ela teria após um determinado horário do dia?
Já que se autodenominam TRADICIONAIS, eles deveriam ser os primeiros a buscarem meios de preservarem a história da cidade e a memória daqueles que ajudaram a escrevê-la, sejam eles pioneiros ou forasteiros, Tradicionais ou “candangos anônimos”, proprietários ou arrendatários dessas terras mestredarmenses.

(por Joésio Menezes, membro da Academia Planaltinense de Letras - APL)

3 comentários:

alma disse...

Qué curioso cementerio...tienen algo que siempre captan mi atención

Anônimo disse...

os nordestinos acabou com a cidade de planaltina. é fato onde tem nordestinos tem miseria e violencia. os nordestinos deviam ser proibidos de sairem do nordeste para outros estados.

joesio disse...

"Os nordestinos deviam ser proibidos de sairem do nordeste para outros estados" assim como os imbecis (tais como você, caro "Anônimo") que se acovardam escondemdo-se no seu ANONIMATO disfarçado, cujo pai pode ser qualquer homem frequentador de prostíbulos, deveriam ser presos caso fossem vistos passeando pelo litoral nordestino, poluindo com a sua desprezível presença o ar que as pessoas de boa índole respiram... Pessoas como você, caro "Anônimo", deveriam ser presas pelo simples fato de existirem, pois qualquer tipo de preconceito e discirminação é crime, sabia?