sexta-feira, 4 de junho de 2010

“FESTIVAL DE WOODSTOCK” NA PRAÇA DO ESTUDANTE

O Planaltina Rock Festival, realizado na noite de quinta-feira, dia 03/06, transformou a Praça do Estudante (ao lado do Centrão) num verdadeiro Woodstock planaltinense tendo em vista a aglomeração das mais variadas “tribos”, com os seus mais diversos estilos, que prestigiaram o show dos artistas que lá se apresentaram.
Ao todo foram dez bandas da cidade (1ooAmart, Band'aid, Jazahu, Ventanean, Gilbertos Come Bacon, Zilla, The Nóis, Sacerdócyo, Anacruse e Escalla Evollutiva), além da cantora brasiliense Célia Porto, que levaram o público ao delírio com Pop Rock, Heavy Metal, Hip Hop, Punk e, para acalmar um pouco os ânimos, MPB (na belíssima voz e interpretação de Célia Porto).
Mais uma vez a Gerência de Cultura da Administração Regional de Planaltina esteve á frente do evento, que fez parte do projeto Cultura Viva, cujos organizadores, numa ideia ousada, resolveram mesclar rock pesado com MPB e Poesia. Porém, mais ousados, foram os poetas Luiz Felipe Vitelli, Raquel e Joésio Menezes, que aceitaram o convite e subiram ao palco nos intervalos de uma banda e outra, justamente quando os ânimos dos jovens roqueiros estavam bem exaltados.
Segundo Joésio, o risco de serem vaiados (o que felizmente não aconteceu) ao subirem num palco de roqueiros para recitarem poesia era muito grande, mas valeu a pena, pois os poetas lá estavam “infiltrados”, mais uma vez, em prol da construção da Casa de Cultura de Planaltina. E que seja dita a verdade: os garotos da platéia comportaram-se muito bem durante o evento
Que venham outros festivais de Rock mesclado com poesia!... Os jovens planaltinenses estão preparados para este tipo de evento!










Um comentário:

Marcos AC disse...

Muito bom o texto. Eu só acrescentaria um detalhe: Esse evento histórico marcou a estréia do Coletivo D'armas de Músicos Independentes. As bandas da cidade se uniram para a organização do mesmo em parceria com a Gerência de cultura que cedeu o espaço. E o coletivo também viabilizou a parceria com o Brasília são Outros 50, que trouxeram artistas como Gog e Célia Porto. Esse é o primeiro de muitos eventos que estão por vir.